9 Dicas Para Ter Um Delivery De Sucesso

São Paulo – A tendência da alimentação gourmet faz com que muitos empreendedores pensem em ter um negócio no ramo. Mas, se você entrar nesta onda sem ter como provar que faz o que promete, contar ser gourmet podes ser desagradável para a imagem da sua organização. É o que diz o professor Mário Oliveira, coordenador do MBA em Negócios da Gastronomia da Universidade Anhembi Morumbi.

O gourmet, afirma, tem que muito ao fato de desenvolvimento econômico depois da Segunda Guerra Mundial. Hoje, Oliveira considera que o exercício do termo é complexo, já que está filiado ao fenômeno da “gourmetização”: a apropriação do motivo original, que se referia a especialistas em gastronomia, pra ser usado de modo mais ampla. Quem não consegue provar acaba perdendo importância, o que influencia todo o segmento.

Para quem está disposto a ter um empreendimento gourmet, entrevistamos as empreendedoras por trás dos negócios All Light Gourmet, DOOG e Maria Brigadeiro. Todas oferecem pratos ou hábitos alimentares populares e aplicaram preparo, técnica e exposição usados pela alta gastronomia. Juliana Motter, da Maria Brigadeiro, cozinha o açucarado desde que tinha 6 anos de idade. Cacau Melo, sócia da All Light Gourmet, que entrega marmitas com uma dieta equilibrada e produtos refinados, reforça o conselho de se engajar na proposta do negócio.

Antes de ter um negócio gourmet, você necessita fazer uma busca de mercado e ver possíveis demandas. Segundo Cacau, o All Light Gourmet surgiu de uma indispensabilidade pessoal. Tati Aulicino, do DOOG. Mesmo que o objeto do teu cardápio pareça comum, é necessário escolher os mais recomendados ingredientes. Tati. No DOOG, um dos destaques é o cachorro-quente com maionese trufada.

Na All Light, os pratos são preparados pela chef e sócia Caro Gall. Um exemplo é a salada de folhas com camarão, tartar de morango e crocante de amêndoas. Já no Maria Brigadeiro, Juliana diz que usa ingredientes como favo de baunilha pura e chocolates refinados. Para Tati, menos é mais. A All Light Gourmet tem pratos congelados vendidos em supermercados, contudo diz que o tema é no serviço de marmitas.

No DOOG, Tati conta que investe no serviço e no atendimento. Todos os funcionários da Maria Brigadeiro, que retém somente um ateliê, foram treinados pela dona. Na data, não havia profissionais especializados somente em brigadeiro. A equipe foi treinada pra dividir funções, como enrolar a massa, confeitar e abrir forminhas.

  • Quatro – Rosto
  • dez ideias de ações de marketing para o Dia dos Namorados
  • Comprimidos pra engordar
  • dois 5 Maneiras reais de receber dinheiro com um website

Mesmo que a principal característica da alimentação gourmet seja a propriedade dos ingredientes, investir no visual é necessário. Na All Light Gourmet, toda marmita é embalada de um jeito especial. A Maria Brigadeiro assim como apostou em embalagens inovadoras. Um modelo é a TPM Alívio, caixa que imita um remédio pra combater a TPM com “ótimo humor e altas doses de chocolate”. Juliana, da Maria Brigadeiro, fala em oferecer uma nova experiência pro freguês. Já Tati destaca a ideia de praticidade e democratização.

1 bilhão, considerado o superior investimento em tecnologia de processamento de dados e automação de todo o setor bancário brasileiro (Banco do Brasil, 1998). Tudo isto mostra que a tecnologia da fato é de suma seriedade pras corporações bancárias. Novos produtos e serviços, com o formato certo pra utilização rua pc, estão sendo produzidos pelos bancos, como forma de se manter no mercado, captando recursos e gerando receitas. De acordo com Gates (1999), os serviços bancários online foram mais mais rápido difundidos no Brasil do que em cada outro país. Em 1997, os banqueiros gastaram 230 milhões em tecnologia e automação bancária, o que corresponde a 28% do lucro daquele ano.

Para Clark (1998) duas tendências de marketing têm aparecido na world wide internet nos últimos anos. Uma delas mostra a constituição de empresas virtuais, ou seja, empreendimentos lucrativos e autônomos que existem somente na Internet. Na outra, aparecem as corporações que usam a Web como complemento do marketing tradicional, oferecendo proveitos adicionais aos consumidores e estabelecendo relacionamento com eles, freqüentemente fazendo porção da estratégia geral da marca. A constituição de valor da economia atual está crescentemente relacionada aos intangíveis. Os administradores que não têm ainda uma linguagem sistemática pra examinar esses processos ficarão inevitavelmente à margem. Assim, as empresas procuram a hegemonia da tecnologia, oferecendo ainda mais serviços mais acessíveis, de qualidade superior e de gasto nanico.